Como funciona uma fossa séptica biodigestora?

Contar com um sistema de tratamento de esgoto, como o uso de fossas sépticas por exemplo, é fundamental. Principalmente em locais onde há deficiência no saneamento básico. E entre os principias tipos de fossas, existem as chamadas fossas sépticas biodigestoras. Você sabe o que é ou então como funciona uma fossa séptica biodigestora?

Se a resposta for não, continue sua leitura e veja agora o que é, como funciona. E também quais as vantagens de utilizar esse tipo de fossa em sua residência. Confira!

O que é uma fossa séptica biodigestora?

A fossa séptica biodigestora consiste em uma solução que trata o esgoto que vem do vaso sanitário. Ou seja, esta fossa funciona assim como as fossas sépticas convencionais. Ou seja, ela recebe e trata a água com urina e fezes humanas eliminadas com a descarga.

Então fossa séptica e a fossa séptica biodigestora é a mesma coisa? Não! A diferença é que a fossa biodigestora realiza a limpeza da água com dejetos utilizando esterco de boi. Quando bem executada, esta fossa produz efluentes que também podem ser utilizados no solo como fertilizantes.

Como funciona a fossa séptica biodigestora?

Para você entender como funciona uma fossa séptica biodigestora basta pensar no funcionamento de uma fossa convencional. Mas, neste caso, há adição de esterco de boi. No geral, a fossa séptica biodigestora é composta por 3 caixas interligadas. Veja abaixo os detalhes de como funciona uma fossa biodigestora:

⦁ Transporte dos dejetos
Ao acionar a descarga, a água do vaso sanitário juntamente com os dejetos vai para dentro da fossa por meio dos canos. Nesta etapa, a água e os dejetos ficam armazenados na primeira caixa da fossa séptica biodigestora.

⦁ Biodigestão – Em seguida, ocorre o processo de Biodigestão com o uso de esterco de boi. Para isso, se coloca na fossa uma mistura de 10 litros de esterco de boi para 10 litros de água. Nessa etapa, as bactérias do esterco de boi decompõem as bactérias presentes nos dejetos.

⦁ Decantação – Conforme a primeira caixa vai enchendo, a segunda também vai enchendo. E, com isso, liberam-se os gases poluentes dos dejetos por meio das válvulas. Em seguida, ocorre o processo de decantação que é a separação dos dejetos sólidos da água resultante do processo.

⦁ Filtração – Nas fossas biodigestor pode existir ainda a etapa da filtração que é onde a água livre de dejetos passa por um sistema de filtros por pedras e cascalho. Nesse processo, a água resultante se torna mais pura para a próxima etapa.

⦁ Descarte – Por fim, a última caixa da fossa recebe os dejetos já tratados e totalmente seguros para descarte. Ou então, eles também servem para reuso como adubo em plantações. Isso porque o material resultante de todo o processo é rico em nitrogênio, potássio e fósforo.

Quais as vantagens da fossa séptica biodigestora?

Diferentemente dos outros modelos de fossa séptica, a biodigestora pode ser usada como sistema de tratamento ou então para adubo. Dessa forma, a fossa séptica biodigestor é a melhor opção para produtores rurais ou para quem possui plantações. Além disso, a simplicidade e economia na construção da fossa séptica biodigestor são outras vantagens. Gostou de aprender o como funciona uma fossa séptica biodigestora? Ficou com alguma dúvida? Comente abaixo!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.